Mostrando postagens com marcador arquitetura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador arquitetura. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 12 de outubro de 2004

Das cidades

Belo Horizonte - A capital de Minas é como o Japão. Consegue preservar tradições em meio ao caos metropolitano. Belo Horizonte seria uma cidade de direita, como a convergência das ruas indica? A programação cultural atende à maioria dos gostos. Na Feira Hippie, aos domingos, uma infinidade de artistas, artesãos, fabricantes de jóias e roupas fecha uma das principais avenidas para comercializar sua produção a preços lúcidos. Nos parques, obras de Nienmeyer e Portinari convivem ao lado de pescadores urbanos da Lagoa da Pampulha. Nas lan-houses e boates, a tecnologia é de última geração. Só falta wi-fi. Apesar de ter rodado algumas horas pelo centro, shoppings e regiões menos óbvias, não encontrei redes wireless para exercitar o warchalking. A caçada continua. Aceito sugestões.

Satanistas são clientes insatisfeitos.