quinta-feira, 31 de maio de 2012

Brasília - Deputado Francisco Praciano (PT-AM) visita o Comando de Greve dos professores federais. "Sou do PT, mas não sou governista.", afirma Praciano, cujo índice de votos favoráveis ao governo é de 86 por cento. Afirma que é favorável à greve. "Aprendi com o PT a apoiar os movimentos. Apoio sua pauta e a reestruturação da carreira."

Praciano defende tratamento diferenciado para a Amazônia nas áreas de saúde e educação. Um óbvio ululante que somente a cegueira política nacional não consegue perceber. "Nenhum profissional médico ou professor com nível superior quer atuar no interior da Amazônia. É preciso atrair profissionais com salários atrativos. Ou então não há desenvolvimento nacional"

Há quatro anos, neste blog

Boa Vista - Em janeiro de 2003, o índio Aldo da Silva Mota estava ajoelhado e com os braços levantados quando levou um tiro que lhe atravessou o tórax. Foi enterrado numa cova rasa na Fazenda Retiro. A conclusão dos legistas é de que ele estava no chão, de joelhos, com os braços levantados, dominado e indefeso. 

Em Roraima, ações terroristas em terras indígenas acontecem há muito tempo, mas uma eficiente soma de omissão política e propaganda racista nos meios de comunicação permitiu que esses grupos permanecessem atuando ao longo dos últimos 30 anos sem punição.

Desde 1981, houve 21 homicídios; 21 tentativas de homicídio; 54 ameaças de Morte; 51 agressões físicas; 80 casas destruídas; 71 prisões ilegais; cinco roças destruídas e cinco pessoas mantidas em cárcere privado - dados de 2003. já desatualizados.

A milícia travestida de agronegócio já espancou e matou índios e missionários. Suas ações já renderam a morte por tiros do índio Paulo José de Souza, em Uiramutã, em fevereiro de 1999. No mesmo mês, foram assassinados os índios Regelino Nascimento Souza (estrangulado) e o adolescente Renan Almeida André, de apenas 14 anos. No mesmo mês, o padre Egon Heck foi esfaqueado e um grupo de índios espancado.

Em janeiro de 2004, um grupo invadiu a Missão Surumu e seqüestrou os padres Ronildo França e Cezar Avallaneda e o diácono João Carlos Matinez, mantendo-os reféns por três dias. Em 2005, um grupo de 150 homens incendiou a missão do Surumu, destruindo uma escola, um hospital e uma igreja. Um professor foi espancado e um homem ficou queimado. O mesmo grupo provocou três incêndios e alguns espancamentos em 2004.

Atualmente, a Vila Surumu está isolada. Pontes foram destruídas e uma bomba caseira fabricada para novas ações terroristas explodiu nas mãos de Renato Quartieiro, filho do líder da resistência do agrobussiness em Raposa Serra do Sol, Paulo César Quartieiro. Centenas de policiais federais já chegaram e novos grupos continuam a chegar em Roraima para tentar a desapropriação exigida pela lei.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Roraima ficou de fora

Brasília - Havia deputados e senadores de vários estados do Brasil presentes ao lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Piso Nacional dos Jornalistas. Da Amazônia, Pará, Amazonas e Rondônia tinham representantes. De Roraima, ninguém se interessou pelo tema. Pra lamentares.

Piso Nacional dos Jornalistas

Brasília - Hoje participei do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Piso Nacional dos Jornalistas, no Salão Verde da Câmara dos Deputados. Meu nome foi citado pelo mestre de cerimônias. Chique. Mas não é isso que os jornalistas querem. A defesa de um piso nacional é mais do que garantia de vida digna para os profissionais de imprensa. É uma chance a mais para a sociedade receber notícias de qualidade.

Jornalistas são uma das categorias mais desvalorizadas, não obstante seu peso político no equilíbrio democrático. Em alguns estados, o piso é inferior a R$ 1 mil. Em Roraima, os veículos pagam o que dá na telha. O maior piso do Brasil é pago em Alagoas: R$ 2,4 mil.
Brasília - Professores em greve por educação de qualidade acreditam em utopia.

Governo entrincheirado entre discurso e prática promove distopia.

Sociedade alienada por futebol e telenovela viceja na entropia.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Brasília - Na Rio -20, um debate sobre ativismo em rede será conduzido pelo bilionário midiático Ted Turner; o presidente do Grupo Abril, Fabio Barbosa e pelo apresentador e lobista do funk carioca, Luciano Huck. A piada não podia ser maior.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Cérberos

Brasília - Vejo cães assassinos no Repórter Record. Pit bulls usados em rinhas e para atacar humanos. Pessoas morrem todos os anos pelos ataques. Já houve projeto no Senado propondo a castração dessas feras, mas nada foi feito.

Transformados em máquinas de matar por humanos irracionais - que acham natural estraçalhar seres humanos para proteger bens materiais - não podem mais ser aceitos. Já fui atacado por uma dessas feras. A dor foi indescritível, a recuperação complicada e carrego as cicatrizes.

Que a raça pit bull seja castrada e eliminada do Brasil. Que os donos de cães assassinos sejam encarcerados. E não perca seu tempo escrevendo comentários favoráveis às feras no meu espaço pessoal no Facebook, porque serão apagados. Minha democracia não contempla sociopatas.

sábado, 26 de maio de 2012

Brasília - O governo cancelou a reunião que teria na segunda-feira, 28,com os professores federais em greve. O encontro seria no Ministério do Planejamento (MP), mas o secretário de Relações de Trabalho no Serviço Público, Sérgio Mendonça, suspendeu o encontro sem justificativas. Veja aqui.

O Comando Nacional de Greve (CNG) avalia que o cancelamento "demonstra o desrespeito do governo em relação aos prazos estabelecidos por seus próprios representantes. Isso evidencia também a ausência de proposta efetiva a ser apresentada aos professores para resolver o impasse da greve".

Brasília - E Dilma vetou... pelo menos parcialmente. Restaurar áreas degradadas é o mínimo que produtores rurais, que tiram sua riqueza da terra que pertence a todos nós, podem fazer.
Brasília - A NBB não tem o glamour da NBA. Nossos ginásios são antiquados e poliesportivos e carecemos de grandes arenas exclusivas para o esporte. O basquete brasileiro tem talentos extraordinários. merece patrocinadores e mais espaço na TV aberta como num passado recente. Mas nos últimos anos, o Brasil passou a pensar e agir à maneira futebolística. Nações monoesportivas pagam o pato nas olimpíadas.
Brasília - Pinheiros vence o Brasília por 109 a 105 na segunda prorrogação, no jogo de basquete mais emocionante do ano.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Boa Vista - A Prefeitura de Boa Vista deve estrear o Portal da Transparência com informações sobre o monopólio no Transporte Público. Vai expor os valores e os prazos dos contratos; os itinerários que não são respeitados e a redução da frota durante os fins de semana. 

Já o Governo de Roraima vai expor no seu Portal da Transparência todos os contratos mantidos com empresas fornecedoras que eventualmente pertençam a parentes com cargos na administração pública.

 #MundoIdeal #PlanetaBizarro

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Boa Vista - O Brasil começa mal com a recém-implantada Lei de Acesso à Informação. A maioria dos arquivos - principalmente os relacionados a salários e licitações - permanece oculto em várias instituições. Em Roraima, o sítio da Assembleia Legislativa é excessivamente transparente: saiu do ar. O do Governo apresenta contas defasadas, a maioria de 2009. Já a Prefeitura de Boa Vista ignora completamente a lei: não há absolutamente nenhum dado disponível para consulta pública

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Boa Vista - Mensagem que chega por e-mail faz comparações entre o brasileiro e outros povos, que foram à luta por educação, ambiente, transparência na política. E apresenta o Brasil como nação alienada, mais dedicada a futebol, telenovela e religiosidade exacerbada que a direitos fundamentais como educação de qualidade. Nessa hora, o "cidadão consciente", nossa versão contemporânea de Policarpo Quaresma, ergue a voz para negar o que é absolutamente óbvio. E mascara com discurso nacionalista o que Sérgio Buarque de Holanda e Euclides da Cunha já percebiam há um século. O imobilismo do país do futebol e das commodities é caro a seus filhos.

sábado, 12 de maio de 2012

Brasília - Os estudantes universitários do interior de Minas Gerais provam ser os mais politizados do Brasil. Enquanto em todo o país, a adesão da estudantada é tímida, na Universidade Federal do Triângulo Mineiro, alunos entram em greve no dia 17 de maio, junto com os professores. A Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha conta com o apoio dos alunos e na Federal de Ouro Preto, mais de 30 repúblicas declararam apoio à greve no dia 17. A página do movimento da UFOP no Facebook já tem mais de 700 cadastrados.
Brasília - O direito de greve é garantido por lei quando uma das partes quebra acordos ou não se dispõe a negociar. Desde o dia 4 de agosto de 2010 o Governo Federal não apresenta absolutamente nenhuma proposta satisfatória para os docentes. E no dia 31 de março quebrou o acordo de incorporação das gratificações e reajuste de 4 por cento. Portanto, deu todos os motivos para que a categoria paralise a partir do dia 17.
Brasília - O Governo se movimenta diante da greve iminente. Promete encaminhar na segunda-feira a Medida Provisória ao Congresso, como se os parlamentares fossem adiar celeumas como o Código Florestal Ruralista e a CPMI do Cachoeira.
Brasília - A sala do hotel que sediaria a reunião de professores de universidades federais ficou pequena para o número de presentes. O encontro foi transferido para a sede do ANDES.

A indignação com os últimos acontecimentos se mistura à expectativa de que o Projeto de Lei 2203/11 seja transformado em Medida Provisória. A sugestão é do ministro Aloizio Mercadante. A decisão é da presidente Dilma Roussef. O interesse é nacional.
Brasilia - A sala do hotel que sediaria a reunião de professores de universidades federais ficou pequena para o número de presentes. O encontro foi transferido para a sede do ANDES. 

A indignação com os últimos acontecimentos se mistura à expectativa de que o Projeto de Lei 2203/11 seja transformado em Medida Provisória. A sugestão é do ministro Aloizio Mercadante. A decisão é da presidente Dilma Roussef. O interesse é nacional.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Manaus - A economia da Grécia está em frangalhos, mas o basquete vai muito bem. Enquanto na Eurozona a confusão impera, Panatinaikos e Olimpiakos estäo nas semifinais da Euroliga contra os russos do CSKA e os catalães do Barcelona.

“As grandes descobertas ocorrem quando subitamente o possível encontra o desesperadamente necessário.” (Thomas Friedman - New York Times...