sábado, 31 de agosto de 2002

Literatura e blogs

São Paulo - A matéria sobre blogs e literatura de umbigo do Estadão é esclarecedora, embora, por força das circunstâncias, tenha limitações. Primeiro assusta-nos o ufanismo da primeira parte, Conheça (a) nova geração de escritores - personagens da literatura brasileira, mas o retrato fiel do fenômeno da literaturaemprimeirapessoa está em Máquina de Pinball veio para sujar. E ainda há uma tentativa insólita de conseguir dos leitores um esforço mental extra (me dei ao trabalho, contrariado) para entender aonde quer chegar o autor de Na medalha, o que conta é a figura.

sexta-feira, 30 de agosto de 2002

Coisas estranhas

O deputado Eurico de Miranda propôs, em 1965, a criação de uma lei que faria a importação de um milhão de portugueses para povoar a Amazônia. Muito estranho. Em Goiânia (GO), uma lei determinava que o dono de uma propriedade tinha a obrigação de exterminar todos os formigueiros nela existentes, caso contrário seria multado. Muito estranho. Outra lei goiana previa que o proprietário de papagaios que quisesse andar com o penoso pelas ruas, deveria manter amarrado junto ao pescoço do animal um colar que lhe identificasse o sexo. Essas e outras coisas estranhas em Estronho e Esquésito. Sinistro.

Três notas e meia sobre rock n'roll

'Tô cansado de ouvir bandinhas new metal tipo Korn e todos as que rimam com link, como Blink, Limp, Linkin e N'Sync. Linkin Park tem a capacidade de transformar o que era barulho no rock em apenas barulho.
'Tô cansado de bandas indie oficiais, como Smash Mouth e Guided By Voices.
E também 'tô cansado de ver bandinhas de rock retrô tentando imitar Strokes cedo demais e gravando clipes minimalistas, tocando em fundo branco. Só White Stripes e o supracitado podem manter a alquimia. O resto sucks. E Hives é um saco.

Inteligências coletivas

Digeratti de todas as idades e tribos reuniram-se há poucas horas no Sesc da Vila Mariana para ver Pierre Lévy dizer que a revolução sócio-antropológica que vivemos com o ciberespaço equivale à da invenção do microscópio no século XVII. Porque estamos descobrindo um novo mundo, o mundo da inteligência coletiva.

Para exempificar suas teorias sobre o grande cérebro eletrônico que estamos criando com os conteúdos que são disponibilizados na web - da qual participamos em maior ou menor escala -, Lévy comparou os seres humanos aos animais e disse, com eufemismos acadêmicos, que somos mais bem resolvidos que o outros mamíferos porque temos capacidade de perguntar, dialogar e transferir conhecimentos. Achei um exagero, afinal os animais fazem isso telepaticamente e telepatia parece ainda não estar entre os interesses de mounsieur Lévy.

Depois falou que uma multidão de seres humanos é menos inteligente do que o indivíduo - Aldous Huxley não foi citado, mas talvez tenha sido o primeiro a falar sobre esse veneno gregário no Regresso ao admirável mundo novo. E, claro, que uma multidão de abelhas é mais inteligente que uma abelha só, ocorrendo o mesmo com as formigas e as zebras. O ciberespaço, essa grande biblioteca, seria o ecossistema das idéias humanas na qual elas crescem como plantas - disso eu gostei -; o fim do copyright para idéias abstratas e a expansão do software livre foram temas tocados en passant.

Pouco critério na seleção das perguntas enviadas ao filósofo. Vi a minha sobre ciberativismo e povos indígenas da Amazônia começar a ser lida, mas teve que ser interrompida pelo próprio Lévy para responder as duas das três perguntas em seqüência que o professor da Unicamp lhe empurrara. Ouvi uma promessa de uma resposta por e-mail. E estou registrando.

A impresão que eu tive, olhando o solitário professor francês no centro do palco, a cinqüenta metros de altura no pior lugar do teatro, é de que a tela é muito mais que o objeto à nossa frente neste momento.

quinta-feira, 29 de agosto de 2002

Copyright e desenvolvimento humano

Em 1992, quando a rede tinha pouco mais de um milhão de usuários, criou-se a Internet Society, que estabeleceria acordos e adotaria protocolos para que o desenvolvimento da web pudesse ser produzido e compartilhado por toda a humanidade. A idéia era excelente, como tem provado o acesso à rede, a produção de softwares em escala global e os 11 mil membros da ISOC em 182 países.

O problema é que os detentores de royalties, acionistas e toda sorte de especuladores virtuais - incluindo desenvolvedores de programas e autores de obras artísticas disponibilizadas na Internet - querem restringir o acesso de uma substancial parcela da humanidade a essas maravilhas. Justamente a que mais necessita de conhecimentos compartilhados para sobreviver à desterritorialização de trabalho, capital e cidadania: os ciberexcluídos.

Pelo amor do sotware livre, leia mais sobre isso no site da Internet Society.

Coisas que procuram neste blog

Diário Virtual
Antrax armas biológicas (?!)
Massacration Hermes e Renato
Hermes e Renato Massacration
Massacration
Ciro Gomes
José Serra
Análise da personagem Baleia da obra Vidas Secas de Graciliano Ramos
Avery
Manairarema
Daniela Colla (!)
Ciberativismo
Resumo das Epístolas
Denise Ramos do SPTV
Letras do Lou Reed
Letras de música Chapa o Coco
Resumo James Joyce
Estúdio Teodoro Sampaio

quarta-feira, 28 de agosto de 2002

Orwellianas

O ministro do interior de Israel está sendo acusado de manter uma lista negra com nomes de cidadãos israelenses. T.T., uma etíope que vive no país há 15 anos tentou renovar o passaporte e não conseguiu visto por mais de um ano. Entrou com ação judicial mostrando a ilegalidade e detonou o esquema de controle branco sobre estrangeiros em Israel.

Tudo pelo Contrato Social

Os Sarneys sobrevivem através das gerações.
Votar em Lula é lição do manual de sobrevivência.

Culpa é do Brasil

O governo português dispensou uma embaixada de primeira qualidade, oferecida a preço simbólico pelo governo indiano aos primeiros europeus a alcançarem o país de Krishna e Siddartha por mar. Portugal hesitou e a França comprou o aprazível lugar por 2 milhões de dólares. Motivos para vociferos de Carlos Albino no Diário de Notícias.

terça-feira, 27 de agosto de 2002

Imagens em desfile (Semiótica do Histórico)

Um coração,
Um drive de cd-rom
Segunda semana de ensino, pesquisa e extensão da Universidade Federal de Santa Catarina
Um bebê
Uma bola de futebol
Quer ganhar um anel de brilhante?
74 F
Trim-Trim
Panelas
Impressora
$79,99 free shipping!
Buy stocks for $4
americaslibrary.gov
Agora você tem mais um motivo para querer morar na Mooca
Desenho de um garoto sumerso com snorkels, ao lado de dois peixes
Ajuda
Celeiro de projetos
Uma cebola
1
A frente de um amplificador
Yahoo Empregos
CESG
O Bushinho tá preocupado... Mr. Lula, desça destas pesquisas imediatamente! (Aroeira)
Soft Trent web design
Nutrição do atleta
Avançar
Vila Mariana
Smilies
Guitarra
Ler anterior
Foto do FHC
Você está pronto para mudar de vida?
Balões animados
Flickering Flame Roger Waters
A bandeira da Argentina
Tatuagens
Grade de programação
Bikini Kill The singles
Iron Maiden Fear of the dark
Não faça guerra
Sim, eu quero
Powered by Blogger


Não é um poema dadaísta. Trata-se uma babel gráfica, que pode ser encontrada em qualquer histórico de páginas de internet. Do it yourself:
1 - Coloque o CD Ecstasy (2000), do Lou Reed e headphones;
2 - Abra a pasta de arquivos temporários da Internet num visualizador de fotos (recomenda-se o ACDSee) em modo de tela cheia;
3 - Coloque em modo slide, com loops de 1 segundo;
4 - Procure a lógica da seqüência de imagens.
A experiência também pode ser feita ao som de King Crimson, Smashing Pumpkins, Strokes, Nirvana, Yes, Sigur Rós, Nick Cave e Pink Floyd.

segunda-feira, 26 de agosto de 2002

As epístolas de Bin Laden


Dizem as lendas da era da informação que o terrorista saudita Osama bin Mohammed bin Awad bin Laden (vulgo Bin Laden) deixou escritas dezenas de cartas-manifestos (epístolas) propondo a jihad contra o demônio capitalista representado pelos EUA. Haveria atentados programados e alvos preferenciais.
Numa delas, divulgadas pelo Islamonline, BL invoca muçulmanos de todo o mundo a lutar em nome de Alá.

...and justice for all

Dos sete juízes do TRE do Acre, apenas um votou contra a impugnação da candidatura de Jorge Viana à reeleição. Não por coincidência, o voto contrário é do corregedor do TRE, que desafiou os outros seis juízes a abrir seus sigilos bancário, fiscal e telefônico. Será que eles topam?

Gasp

O filme Os deuses malditos, da fase alemã de Lucchino Visconti é nauseante.
Pedofilia, nazismo e aristocracismo convivem, indeléveis. Como se não fossem irmãos de sangue.
Não há culpa maior que a do espectador.

domingo, 25 de agosto de 2002

sábado, 24 de agosto de 2002


Por um punhado de dólares ou Uma grande idéia
O brilhante presidente dos Estados Unidos, Bush 2, encontrou a solução ideal para evitar incêndios florestais: permitir que as madeireiras cortem a floresta nativa.
Pela lógica Bushiana, capitalista, insensata e anti-ecológica, quanto menos florestas, menos incêndios.
Se atuarmos firmemente, um dia conseguiremos ter índice zero de incêndios florestais, teria dito o gênio.

Mercado

A Globo está abusando da tal vampiromania. Durante toda esta semana os filmes da madrugada foram de acordo com o tema.
Eu, por exemplo, estou com esse bam-bam-bam-bam-bam-bam-bam-bam-bam-bem-bem-bem-bem-bem-bem-bem-bem-bem-bim-bim-bim-bom-bom-bom-bom-bom-bom-bom-baum-baum-baum-baum da introdução de Blue Moon ecoando no cérebro há dias.

Outra divulgação massiva chatíssima é a que vem sendo feita nos telejornais e na novela das 6, que divulga essa prática odiosa do maltrato aos animais, esse resquício de barbarismo chamado rodeio. Abaixo Barretos e os torturadores de touros e cavalos.

Bram Stocker Coppola

Sangue (longa pausa) é uma coisa preciosa nesses tempos, disse o vampiro.
Acreanas
O governador do Acre, Jorge Viana (PT) é jovem e ecologista. Motivos suficientes para ter sua candidatura impugnada pelo Tribunal Regional Eleitoral de lá. Motivo: ele teria usado o desenho de uma árvore, que é o símbolo do seu governo, na campanha à reeleição.
Bullshit. Viana mexeu com as estruturas seculares do coronelismo amazônico e está na alça de mira do crime organizado na política.

sexta-feira, 23 de agosto de 2002

Sem Noção

Se você sempre procurou um endereço realmente sem noção e nunca achou, visite a casa de Joselito Sem Noção. Noutro site, o autor explica: Pense no cara mais chato que você conhece e multiplique por 9678745234, esse é Joselito.

Aruê Aruôôô

Refrão da música Metal Massacre Attack, do Massacration, a maior banda de heavy metal de todos os tempos, criação de Hermes & Renato.

quinta-feira, 22 de agosto de 2002

Coragem

Wilson Domingos ajudou o filho a esfaquear um colega na sala de aula em Gama (DF). Típico exemplo paterno, missão de mestre e amigo, Domingos não percebe quem realmente é.

Maldito Google

Alguém pode me dizer como tirar URLs do Google? Já tentei de todas as formas, inclusive com robôs. Não funcionou. Cheguei a eliminar completamente as URLs, renomeando-as, mas o Google continua exibindo páginas em cache. Maldito Google.

Elogio à preguiça

Tenho preguiça de muitas coisas, mas de escrever não. Escrevo, reescrevo, jogo fora, começo de novo. Estou sempre disposto a retocar um texto. Mas tenho muita preguiça de telefonar, por exemplo, ou de consertar as coisas que estragam lá em casa.
(José J. Veiga)

A ponte de Londres está caindo

Post antes das sete da manhã? Insônia.

Clones

Na onda da clonagem do blogger.br, a grande vítima parece ser Cora Rónai, que teve todas as combinações de seu nome registradas por um desocupado-meliante-estelionatário, que colocou tudo à venda, entre outros domínios conhecidos. Vida curta ao usurpador.
Update: É hilário o Quero ser Cora Rónai, da misteriosa All About Eve.

quarta-feira, 21 de agosto de 2002

Cambrianas

A condenação à morte de uma mãe solteira na Nigéria tem mobilizado organizações de diversos países, exceto a ONU. Amina Lawal, de 30 anos, deve ser apedrejada até a morte em 2004, se a sentença não for modificada. Desliguem suas máquinas, apaguem seus blogs e urremos. Estamos na Idade da Pedra.

Meu mundo

Uma cidade enlouqueceu e destruiu todo o seu transporte urbano. Porto Seguro (BA) não é imune ao estresse. É um sintoma.
O preço do petróleo começou a subir, antecipando a guerra Iraque x EUA, que assistiremos, pasmos, durante dois meses pela televisão. Depois voltaremos ao ponto em que estamos, que é a guerra fria ressurgida pelas mãos de Bush, 2. Mais um sintoma.
Os 10 por cento mais ricos do Brasil, que há 10 anos detinham 45,8 por cento da renda nacional já não ostentam o mesmo patamar. Concentram, para orgulho próprio, nada menos que 47,2 por cento de toda a riqueza do País. E o repórter do Jornal Nacional diz que a situação "não melhorou quase nada". A causa?
33 1/3 rpm
..como quando se limpa um disco de vinil, de trás para diante, em sentido anti-horário, tão lentamente quanto se ele estivesse girando normalmente a 33 1/3 rpm. Há uma inclinação natural para voltar no tempo quando encontramos, nesses pequenos sulcos, a geologia acústica da emoção.

Para & Nóia

Uma sociedade secreta controla os destinos do mundo? Há seres extraterrestres vivendo entre nós? O assassinato da princesa Diana foi obra da CIA? O seqüestro de Patrícia Abravanel, filha de Sílvio Santos, não passou de uma farsa?.

Começa assim a interessante matéria de João Magalhães para o Magazine sobre conspirações reais e imaginárias.

terça-feira, 20 de agosto de 2002

Registro
A autora de Alta Fidelidade foi até o blogger.br e registrou seu homônimo. Só por garantia, argumenta.
Absurdo. Onde é que nós vamos parar? Daqui a pouco todos os filhos do blogspot terão criado clones nacionais, com medo da usurpação. A paranóia aparecerá, a xenofobia espalhar-se-á. O caos, enfim, será instalado...
Por via das dúvidas, acabo de registrar avery e epistolas. Só por garantia...
Fale com R Castilho
Com uploads em horários semelhantes, costumava ver o misterioso Fale com R Castilho na lista de blogs atualizados. Quem seria R Castilho, me perguntava. Agora ele está no blogger.br com um dos 10+.
É provável que essa Galeria vire moda entre a porção adolescente dos diaristas eletrônicos. Estimulados por Tatty, Sandy & Júnior e a próxima novela das 7.
Por falar em R Castilho, trata-se de pura black music.

Corrida pela identidade

Parece haver uma ligeira corrida aos nomes mais disputados, como Luiza e o tradicional Blog.
Mas ainda há muitos domínios disponíveis (apresse-se) , como estes: maria, jorge, jose, mago, magia, jesus, opio, chiuhaua, eremita, misantropo, radical, esquisito, fanatico e muitos outros. Divirta-se.
Em testes
A maioria dos weblogs do blogger.br está apenas começando, como este, este e este.
Até a lista dos 10+ blogs já existe. Alguns: A Máquina Biagi de Pensar (intimidades e idiossincrasias), o Só para Mulheres (levante machista extemporâneo) e Caos Urbano, sobre a vida na cidade.

Regras

O serviço é gratuito, como no Blogger, mas é bom prestar atenção no contrato: falar de política é proibido. Coisas da legislação eleitoral: Na Cora há detalhes.

Blogger.br

Digitei www.blogger.com.br na barra de endereços e... aconteceu. O blogger está lá, todo em português, redirecionado automaticamente para http://blogger.globo.com/index.jsp. É a Globo provendo blogs. vamos ver como funciona. Uptade já, já.

Blogo ergo sum

Às vezes me pergunto se vale a pena manter neste blog o subtítulo Contos da Era da Informação.
Onde estão, afinal, os tais contos? Será que minha convicção de que é anti-ético publicar flashes do trabalho científico antes de defendê-lo turvou as propostas originais deste espaço? Ou que, numa metafísica às avessas me transmutei de pesquisador da cibercultura em pesquisado? Serei, agora, apenas blogger resoluto, escrevendo sandices filosófico-culturais neste vazio ciberespaço limitado?
Penso um pouco, reflito e concluo que não importa o repertório ou a forma de postar cada mal digitada linha. No momento em que escrevemos, publicamos e provocamos, estamos ampliando o grande livro informático da nossa era.
Estes são contos da Era da Informação.

segunda-feira, 19 de agosto de 2002

Frases

"Eu sou a Dercy Gonçalves e você não vai me assaltar, não."
(D.G., 95 anos)

Das teias

Por falar em passado, há coisas que precisam ser ditas sobre o filme "Homem-Aranha", aproveitando que já escreveram tudo o que havia para escrever sobre a super-produção: Não gostei. Pode me chamar de extremista e radical. De insensível à fotografia, este lugar-comum da crítica básica. De saudosista dos quadrinhos ou o que for. Tobey Maguire é insípido, muito diferente do Peter Parker espirituoso que cresceu em ambiente familiar tradicional e é cidadão comum, extrovertido e bem-humorado. Maguire tenta fazer um tipo nerd que se pretende outsider deprê e não convence.
Os Osborns estão absolutamente fora do padrão físico original, que é cabelo crespo e escuro. Mary Jane é rasa: não há complexidade na personagem como nos quadrinhos, em que MJ é mais intrigante, mais misteriosa. O sentido de aranha só funcionou uma vez, o que é absurdo, e é um dos poucos efeitos dgnos de nota. Quanto aos outros, estão muito mal finalizados, e comprometem a verossimilhança do vôo da aranha entre os arranha-céus.
Pra terminar, acho que ainda está por vir "o grande filme" sobre o Homem-Aranha.

Nagisa

A caneta que ganhei da minha filha de oito anos no Dia dos Pais, mais que um presente, adquire um sentido novo e aproxima dois eus (o pai e o jornalista), numa associação que é mais natural ao imaginário infantil que ao nosso.
Amar aos filhos é como escrever à mão.

domingo, 18 de agosto de 2002

sábado, 17 de agosto de 2002

Entrevista com um vampiro

"E os caixões?", perguntou o escritor.
"Caixões? Caixões infelizmente são uma necessidade", respondeu o vampiro.

sexta-feira, 16 de agosto de 2002

Blog Glob

Soube pela Cora que o serviço de Blogs da Rede Globo estréia na semana que vem. O endereço nobre (http://www.blogger.com.br) é uma ação anti-Blig ou não é?

Vale a pena escrever um blog...

...se tivermos um leitor, além do autor. Estas e-pístolas foram agraciadas com um link em By Myself, da blogueira Polly, from Salvador.

Ensaio sobre a Visão

Sidênia escreveu um artigo super bacana para o filme Janela da Alma - Um filme sobre o Olhar, de João Jardim no site Mnemocine.
Um trecho:

O olhar humano é metáfora da intervenção, podemos escolher a forma de como olhar para o real ou quando não temos essa escolha, a própria limitação irá criar outras estratégias de construção do real.

Odisseu

Dia cansativo. No laboratório da Pós da ECA encontrei os lotófagos e Polifemo, que me aguardava no computador ao lado.

quinta-feira, 15 de agosto de 2002

Neo-realismo italiano


Tem Luchino Visconti no Cinusp todo dia, às 16 e às 19 horas, desde hoje. Fui ainda há pouco, mas não dei sorte: Obsessão da Carne é chato pacas. Não é porque é um Visconti que a gente vai se auto-violentar, tenha paciência.
Mas há muitos outros filmes desse cara, que na Itália só perde pra Fellini - quem começou a assitir Fellini aos 10 anos é suspeito pra falar de Fellini?
A Terra Treme, Dias de Glória, Um Rosto na Noite e O Leopardo também serão exibidos nesta mostra, que acontece simultaneamente no MAM e Centro Cultural São Paulo.
Na terça-feira tem Rocco e seus irmãos, que não pretendo perder.

Gurus

Pierre Lévy, Edgar Morin e outros Bã-bã-bãs estarão no Sesc Vila Mariana neste mês de agosto. Nada mais a dizer.

quarta-feira, 14 de agosto de 2002

Milho aos pombos


Hoje teve Zé Geraldo no Ensaio, da TV Cultura. Neste programa que dispensa apresentações, o artista despido do público, tem na fraca iluminação rica de sombras e na câmera ao mesmo tempo prescrutadora e distante, seu divã eletrônico. Lugar onde um cara como ZG pode dizer que, idealista, não cedeu ao lucro fácil e ainda assim é feliz, com sua casa, seu carro, sua filha que se formou em medicina - diferente da menina da música Cidadão.
Meu irmão mais velho me apresentou Zé Geraldo no início da década de 80. Ainda menino aprendi a ouvir e respeitar coisas como "Hei você que tem de 8 a 80 anos / Não fique aí perdido como ave sem destino / Pouco importa a ousadia dos seus planos/ Eles podem vir da vivência de um ancião / ou da inocência de um menino".
Chame-o de datado, panfletário e Bob Dylan latino, mas admita: o cara sabe dar seu recado. Mas se você prefere Sandy & Júnior, esqueça o que eu disse e vá ouvir Love never fails.

terça-feira, 13 de agosto de 2002

É só um lobo?



A entrevista de Lobão no Roda Viva é um alento e um alerta: em tempos de MP3 e pirataria, não nos apetece continuar enchendo os bolsos de marketeiros de supermercado travestidos de produtores musicais.
Claro que o CD pirata tem suas desvantagens: nada como um bom encarte. Mas só isso não é motivo para o oficial custar dez vezes mais caro. Lobão não está só nesta luta, apesar das traições do próprio meio artístico. Há uma alcatéia.

domingo, 11 de agosto de 2002

Morte ao Rappa
"... Desta vez o músico Negueba (pequena pausa) foi baleado. Paulo Sérgio Santos Dias, o Paulo Negueba, percussionista do grupo Rappa, foi alvejado por pelo menos duas balas. (andando e apontando) Olha aqui, ó. O músico está dentro desse hospital, ferido. Ele é o segundo músico..."

A cultura está sendo assassinada neste país, e não adianta intelectualizar - e em conseqüência disso dar outra conotação a esta frase gasta - o debate, tentando explicar a violência por fórmulações-padrão como a origem na pobreza extrema ou no crime organizado, ou idiossincrasias sobre o Estado Paralelo.

Teríamos que saber, antes de tudo, que a morte da cultura enquanto palavra fácil, usada para definir objetos de consumo nas grandes feiras e exposições onde nos refugiamos, quando não estamos diante da teletela; que a morte dessa cultura que é palavra-chave no discurso de políticos ordinários; que a morte dessa cultura que é múltipla e nada homogênea, essa cultura ameaçadora que brota da pobreza-periferia; que a morte dessa cultura pode significar a morte de uma cultura.

O músico está bem, lúcido e vai voltar a andar, diz o Estadão.

sábado, 10 de agosto de 2002

Vote certo

Não vote em Paulo Maluf
Não vote em Afanásio Jazadji
Não vote em Romeu Tuma
Não vote em Delfim Neto
Não vote em Marcus Vinícius Petreluzzi
Não vote em Celso Russomano
Não vote em Jáder Barbalho
Não vote em Orestes Quércia
Não vote em Antonio Carlos Magalhães
Não vote em Ciro Gomes
Não vote em José serra

Lista em construção.

Árvore

Tarde de sábado. Calor, apesar de agosto. Ouço o Physical Graphiti. No Sesc-Pompéia há Amazônias em exposição.
O mundo gira, faço frilas.
Nas primeiras horas do dia, me cadastrei no BlogTree , um programa que cria a árvore genealógica do seu blog. Invenção do pessoal do MIT. Os blogs que lhe influenciaram a começar a escrever o seu são parent blogs: blogs-pais (ou mães). Se seu blog influenciou a criação de um outro, ele aparecerá como seu filho ou filha: child blog. Filhos dos mesmos blogs são irmãos. Há afinidades de temas, como em família. Lá descobri vários irmãos, filhos que somos da Cora.

Leio Blogs

Aqueles que ficam nos Favoritos um tempão.

sexta-feira, 9 de agosto de 2002

Às donas de casa

Com o preço do botijão de gás custando o equivalente a 15 por cento do salário mínimo, vale a pena ler esta matéria do Estadão do dia 4, que é - como diria Nefasto, da Ilha Rá-Tim-Bum - interessaaante, muuuito interessaaantee...

Um trecho: "A proposta de intervenção no preço dos combustíveis levanta dúvidas sobre a real dimensão da abertura do setor de petróleo, que completa cinco anos na terça-feira. A liberdade de preços é tida pelo mercado como condição essencial para que o País ponha em prática as diretrizes de mercado previstas na Lei 9.478, a lei do petróleo, editada em 6 de agosto de 1997 para pôr fim ao monopólio estatal."

Leia mais.

Acordo

A imprensa continua falando em acordo com o Fundo Monetário Internacional. Tem jornal que chega a usar dois eufemismos para definir empréstimo: acordo e acerto.

Já não é eufemismo. É metonímia.

quinta-feira, 8 de agosto de 2002

Glob Blog

Estas e-pístolas foram lidas hoje no Japão, na Universidade de Utah e na Califórnia.
Globalização da Blogalização?
Blogalização Globalista?
Glob?
Blog?
Glup!

Mercantilismo Blogger

Chegamos à era do Mercantilismo Blogger. Nosso querido hospedeiro acaba de lançar sua linha de camisetas fashion pela bagatela de R$ 33. Já que usamos esse espaço privilegiado da cibercultura gratuitamente - sim, tem aquele banner lá em cima -, que tal ajudar os caras comprando algumas camisetas? Três por blogueiro já ajuda...

Berlinda

José Serra está sendo "imprensado" por Ana Paula Padrão e Franklin Rodrigues no Jornal da Globo, o que é surpreendente.

Perguntas

Mas afinal o que é um acordo com o FMI?

Por que usam esta palavra, acordo, para definir o que sabemos ser empréstimo, dependência, subserviência?

Por que o mais assistido telejornal do país define assim um empréstimo de 30 bilhões de dólares? E por qual motivo estamos pedindo emprestado 30 bilhões de dólares?

O arrocho do salário mínimo, a CPMF, os impostos em cascata e os juros absurdos que o Brasil paga aos superbancos não eram remédios amargos em favor da estabilidade? E cadê a tal estabilidade da moeda?

Se hoje são necessários 3 reais para comprar um dólar e o dólar teve inflação de 20 por cento nos últimos sete anos – contas do Ciro Gomes – e seu salário não aumentou durante esse tempo todo quer dizer que você tem pouco mais de um quarto do poder de compra que tinha há sete anos?

Será que estão mentindo pra você?

José Serra em terceiro lugar nas pesquisas é algum indício de que sim?

quarta-feira, 7 de agosto de 2002

Segurando a onda árabe

Pelo jeito a direita norte-americana pretende fazer uma guerra santa contra o mundo árabe. Santa Guerra pelo Petróleo. Depois de ameaçar invasão ao Iraque, ignorar a ocupação palestina e os crimes de guerra cometidos por Israel, Bush 2 está a ponto de fazer outra besteira.

Um relatório Made in USA por agentes do Pentágono sugere medidas drásticas contra a Arábia Saudia, que abrigaria terroristas em todos os níveis: dos estrategistas aos financiadores, dos soldados às cheerleaders. Leia no Washington Post.

Touros em Amsterdã

São Paulo - Absolutamente humano este blog português. O autor escreve, perplexo com a cultura nacional, que matar touros não é prática tradicional, mas bestial.

E como é. A permanência de brincadeiras bárbaras como essa - o toureiro português é mais covarde que o espanhol, porque está a cavalo - só demonstram a capacidade infinita da incivilidade humana, uma memória genética homicida que permanece num continente formado por bárbaros.

Os portugueses são nossos ancestrais históricos. Herdamos a selvageria da Europa, mas aqui a barbárie é contra as pessoas. Leia aqui.

terça-feira, 6 de agosto de 2002

Festa no Iraque

São Paulo - Saddam é um cara batuta.

Desta vez convidou os congressistas americanos a visitarem suas instalações secretas. Aquelas onde Bush 2 tem certeza, estão fabricando armas de destruição em massa.

Para Bush 2 é importante manter a patente sobre armas tão perigosas. Quem melhor para proteger a humanidade do perigo das armas biológicas e nucleares que os inventores da bomba atômica e do antrax?

É muito cinema na cabeça de Bush 2. Reagan na cabeça.

Lamento Boliviano

São Paulo - Para consolidar de vez a crise na América do Sul, a Bolívia acaba de eleger um representante das oligarquias seculares do altiplano. A Bolívia não. O congresso corrupto da Bolívia, que detonou o candidato indígena líder dos plantadores de coca, Evo Morales em eleição indireta que durou 26 horas.
Nos últimos meses, houve muita pressão dos Estados Unidos contra o índio candidato. Tio Sam cumprindo seu papel?
Figurinha neoliberal de primeira, Sánchez de Lozada (Goni, para os íntimos) estudou em Chicago, mas fez filosofia. Fala espanhol com sotaque gringo e é detestado por quem trabalha duro - leia-se os plantadores de coca, que continuam sem entender porque uns homens brancos lá do norte querem que eles parem de cultivar esta planta que lhes dá sustento numa terra exaurida pelos coloniadores.
Mas esqueça o tratamento de agência dado pelo Estadão. Prefira essa matéria, de um jornal de Cochabamba.

Acerte o cachorro

São Paulo - O novo videoclipe de George Michael, Shoot the dog, é uma grande sacanagem com Bush 2 Tony Blair e a realeza britânica.

Bush é apresentado como débil mental e Blair como impotente. Será verdade? Este blog aposta que sim. É todo em desenho animado, onde aparecem uns tipinhos ingleses e yankees tradicionais.

segunda-feira, 5 de agosto de 2002

É tudo pose

São Paulo - Muito louco, o filme. Chama-se Herói por acidente.

Dustin Hoffman, que é um cara escroto com todas as letras, é preso. Um sem-teto esperto (Andy Garcia) finge ser o verdadeiro "anjo do vôo 401", o cara que entrou num avião em chamas, salvou todo mundo e foi guindado pela imprensa a uma condição angelical...

Ah, deixa pra lá. É um filme sobre a imprensa e sobre a vida recriada na televisão.

domingo, 4 de agosto de 2002

Sapatos

São Paulo - Está passando na Rede TV um filme que não sei o nome, com Dustin Hoffman e Geena Davis no papel de uma jornalista que filma um suicídio, recebe um prêmio e na cerimônia de entrega faz um discurso muito louco, dizendo que jornalistas são pessoas que lidam com o que existe de mais desagradável na espécie humana e se sentem mais felizes a cada degrau de dignidade abaixo. Detalhe: ela fala tudo isso às lágrimas, descascando uma cebola. Pois bem. Hoffman é um cara super egoísta que agora está virando herói, salvando pessoas num acidente de avião. Mas ele não queria sujar os sapatos.

Tabela de Preços


São Paulo - O Estadão de hoje traz uma matéria sobre a brigadeiro Faria Lima, apontada como a rua das drogas na noite de São Paulo.
Localizada estrategicamente entre a Vila da Maconha (Vila Madalena) e Vila do Ecstasy (Vila Olímpia), a Faria Lima seria uma psicovia. O texto é radical, embora apresente uma pequena tabela de preços das substâncias mais apreciadas. Didático.

Constatações

São Paulo - Televisão é coisa pra se assistir muda; Bill Gates não é um cara de sorte; as modelos estão cada vez mais magras; o chocolate meio-amargo é mais gostoso e eu sou, definitivamente, Fred Flintstone.

sábado, 3 de agosto de 2002

Village

São Paulo - É assustador o poder de comunicação do ciberespaço. Quando uma comunidade virtual é formada, as aspirações comuns tornam-se importantes demais para ignorar. A mobilização acontece naturalmente e juntos, os idealistas da informação democrática podem se tornar uma força surpreendente.

Veias abertas

São Paulo - Manifestações na Venezuela contra os conspiradores que juntos com o FMI tentaram dar o golpe em Hugo Chávez;

Manifestações em Montevidéo, por conta do corralito, a ausência de direitos sobre as próprias economias;

Manifestações em Ciudad de Leste, contra o governo;

Protesto de agricultores em Lima, contra o governo - Cholo Toledo decepcionando; Caos em Buenos Aires;

No Brasil, o Dólar acima dos R$ 3,00; o trânsito de São Paulo parado na ponte da Eusébio Matoso e o tal Risco-País que nos torna uma incógnita econômica.
Esta é a verdadeira América.

sexta-feira, 2 de agosto de 2002

Flaming Lips

São Paulo - Vi esses caras no Jools Holland ano passado, me amarrei, gravei, mas ficou só nisso. Agora soube que eles têm um disco inteirinho liberado nesta grande rede.

Os Lábios em Chamas são psicotecnológicos. E antigos, dos 80s.

Misturam Crosby, Stills, Nash and Young com teremins e sequenciadores. Ou em bom francês, móviage.

Ufa

São Paulo - Acabo de acabar a monografia sobre Ficção e História, encerrando meus compromissos com disciplinas neste bendito mestrado. Agora é finalizar a dissertação. Aleluia, amém etc.

quinta-feira, 1 de agosto de 2002

Ainda sobre St. Elmo's Fire

São Paulo - Esta sinopse é legal. Exagera com os atores, mas tudo bem.

Sandman

São Paulo - Soube, em Política e Tecnologia que o Neil Gaiman tem um blog.

Gaiman é um cara que comecei a curtir numa fase de decepção geral com os quadrinhos.

Na segunda metade dos 80 tudo começou a ficar estranho no universo super-heroístico, com encontros entre personagens Marvel e DC (eu era do time da Marvel e detestava quase tudo da DC, exceto Camelot 3000 e um guerreiro de cabelos brancos cujo nome não lembro, mas sei que ele tinha um filho chamado Joshua. O aparecimento de novos personagens a cada Superaventuras Marvel - principalmente mutantes, talvez pela popularidade dos X-Men - também não ajudou.

Acho que as coisas começaram a degringolar com as guerras secretas - que são até interessantes - e com o casuísmo de época, caso de Manto & Adaga, que é 80s total, com crackdealers loureedianos e tudo o mais.

Pra completar, o Márcio pegou toda a minha coleção e disse que ia montar um fanzine que nunca aconteceu. Hoje tenho umas Heróis da TV compradas em sebo pra suprir a falta.

Tem um blog sobre quadrinhos aqui.

Na vitrola

Whole a lotta love (Led Zeppelin)

Invocado

São Paulo - Hoje eu acordei para matar o presidente, disse o iraquiano.

Satanistas são clientes insatisfeitos.