Mostrando postagens com marcador ambiente. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ambiente. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

O governo da Guiana planeja instalar uma barragem em terras do povo Akawaio, no Alto Mazaruni. A hidrelétrica poderá ter um super lago que inundaria a terra ancestral dos Akawaio e uma aldeia Arekuna, impactando severamente a biodiversidade. A Survival International denuncia que empresas brasileiras envolvidas na represa de Belo Monte, construirão a barragem, que forneceria energia para as indústrias de mineração da Guiana e do Brasil. Leia aqui

sábado, 26 de maio de 2012

Brasília - E Dilma vetou... pelo menos parcialmente. Restaurar áreas degradadas é o mínimo que produtores rurais, que tiram sua riqueza da terra que pertence a todos nós, podem fazer.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Boa Vista - Mensagem que chega por e-mail faz comparações entre o brasileiro e outros povos, que foram à luta por educação, ambiente, transparência na política. E apresenta o Brasil como nação alienada, mais dedicada a futebol, telenovela e religiosidade exacerbada que a direitos fundamentais como educação de qualidade. Nessa hora, o "cidadão consciente", nossa versão contemporânea de Policarpo Quaresma, ergue a voz para negar o que é absolutamente óbvio. E mascara com discurso nacionalista o que Sérgio Buarque de Holanda e Euclides da Cunha já percebiam há um século. O imobilismo do país do futebol e das commodities é caro a seus filhos.

sábado, 12 de maio de 2012

Brasília - O Governo se movimenta diante da greve iminente. Promete encaminhar na segunda-feira a Medida Provisória ao Congresso, como se os parlamentares fossem adiar celeumas como o Código Florestal Ruralista e a CPMI do Cachoeira.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Exxon Valdez Feelings

Boa Vista - Decretar que combustíveis fósseis são a solução número 8.412 para a economia de RR e citar intelectuais de direita (uma espécie extinta no Brasil, com exceção de Delfim Netto) é expor a ignorância sobre as consequências ambientais da exploração de petróleo e travestir de gracejo o autoritarismo dos que se opõem ao diálogo. Discutir ambiente para quê, se o que bate mais forte é a saudade dos anos de chumbo?

domingo, 1 de maio de 2011

Faroeste caboclo

Las Claritas - O reggaeton toca a altos decibeis na rua mais movimentada do lugarejo. Catadores deixam  pilhas de latas de cerveja no asfalto para que os carros amassem. Se é preguica ou esperteza, nao sei, mas o espetaculo é deprimente.

terça-feira, 30 de janeiro de 2007

Busca Vida

Boa Vista - Quem chega do sul do Brasil pode se surpreender com este lugar. A cidade é plana, de ruas largas e limpas. De dia é bonita, verde e quente. À noite, a iluminação reproduz o dia. Tem praças e áreas verdes exageradamente. O trânsito ainda não causa problemas e as ruas são bem sinalizadas. Se um pedestre pisa a faixa, os carros param e esperam que ele atravesse.

As escolas preferidas ainda são as públicas, construídas com arquitetura que favorece a iluminação e a circulação dos ventos alíseos, que arrefecem o calor. A cidade tem universidade indígena e culinária idem. Tem franquias de fast food, mas continua com o mesmo único cinema.

Boa Vista é um balneário permanente, com a vantagem de não precisar de chuveiro para tirar o sal. Muitas praias. Boa Vista (250 mil habitantes) tem casas com quintais e pode-se cruzar a cidade em 15 minutos ou sair do país de carro e voltar no mesmo dia.

PS: A internet, claro, é discada.

terça-feira, 21 de março de 2006

Como extinguir pássaros

Belo Horizonte - A fronteira agrícola na Amazônia não destrói apenas matas e rios. O desequilíbrio provocado pela monocultura de arroz no extremo norte do Brasil afeta, em diferentes instâncias, os bichos e os homens.

O desaparecimento de espécies de pássaros como o João-de-barba-grisalha (Synallaxis Kollari), que só existe em Roraima, é um indício.

Matérias como as de Vandré Fonseca, além de bem-elaboradas (jornalismo se faz assim) chamam a atenção para um problema mais que sério: urgente.

quarta-feira, 28 de novembro de 2001

A Incrível Teoria dos Planetas, por Edileuson Almeida

São Paulo - Edileuson Almeida tem uma interessante teoria sobre a humanidade. Ei-la: nós, na verdade, não somos deste planeta. Somos uma gente que veio, há muito tempo atrás, de um outro mundo e que irá partir, em breve, para outro. Não metafisicamente, como crêem as sociedades místicas, mas fisicamente mesmo. Em algum momento - e da próxima vez será por causa das agressões ao ambiente - teremos que encontrar outro lugar para viver. E assim por diante.

Dia da Europa. Uma embarcação com 400 pessoas, refugiados sírios, tenta chegar à costa italiana. A gravação com vozes desesperadas, via rá...